Bem vindo ao site pauloferreira.pt. Esta página e todos os seus conteúdos são propriedade de Paulo Ferreira. Encontrará temas relacionados com a sua actividade profissional, nomeadamente a informática, o AutoCAD, o Revit, o Civil 3D ou o 3ds max, a fotografia e o timelapse.

Cilindro de revolução

Escrito por Paulo Ferreira. Publicado em Profissional

Cilindro de revolução com as bases em planos projectantes

Olhando para o cilindro de revolução, na imagem seguinte, com as bases existentes em planos projectantes horizontais, vamos representar as suas projecções.

Read More

As projecções das bases podem ser determinadas com base nos oito pontos do rebatimento, sendo neste exemplo, sobre o plano vertical. Este rebatimento deverá ser feito apenas para uma das bases, uma vez que a outra pode ser determinada pela marcação da VG das geratrizes, na projecção horizontal.

Com base nesta, determinam-se as projecções verticais dos oito pontos que têm a cota igual aos da base anteriormente determinada. Na imagem em baixo, apenas se representa os pontos 71 e 81 da segunda base para não prejudicar a visualização do desenho.

O contorno aparente vertical do cilindro é constituído pelas duas geratrizes de maior e menor cota, assim como pela restante linha envolvente constituída à esquerda pela metade esquerda da circunferência da base de maior afastamento e constituída à direita pela outra metade direita da circunferência da base de menor afastamento. Em projecção horizontal, o contorno aparente é constituído pelas geratrizes de maior e menor afastamento que passam, respectivamente pelos pontos 5 e 1 e pelas semicircunferências de maior cota das duas bases, sendo neste exemplo, reduzidas, em projecção, a dois segmentos de recta.

No que respeita às visibilidades, pode-se dizer que em projecção vertical, são apenas visiveis a base de maior afastamento e a metade, de maior afastamento, da superficie cilíndrica e em projecção horizontal, a metade de maior cota da mesma superficie.

Cilindro de revolu??o

Abraço,

Paulo Ferreira